VÍDEO: E se o Google fosse um cara…?
17 de abril de 2014 – 10:30

Quantas coisas estranhas você já pesquisou no Google? Agora, imagine se ele fosse uma pessoa, dentro de uma sala, com uma mesa, e respondendo tudo entregando papéis… Pois foi justamente isso que o College Humor, …

Continue lendo »
AutoGuru

Brasil

Jogos

Móvel

Notícias

Home » Destaque

Review: Xperia Neo

Submitted by on 21 de novembro de 2011 – 18:00

Interação

Clique em +1 e Curtir acima para nos ajudar a promover este artigo.

O Xperia Neo é um smartphone mais simples na hora de escolher entre os parrudos Xperia Arc S ou o gamístico Xperia Play. Por dentro dele nós encontramos um processador Qualcomm MSM8255 rodando a 1 GHz, 512 MB de memória RAM e espaço interno de 320 MB livres para o usuário. Ele tem tela de 3,7 polegadas com resolução de 480 854 pixels. Mas o que será que este monte de dados muda na vida e o que ele representa para o usuário final? Vamos descobrir neste review.

HARDWARE

Por fora ele lembra muito o Xperia Play, só que com uns quilos a menos pois não tem nada que deslize pela parte traseira como acontece em seu irmão de jogos. Comparando com o Xperia Arc, ele é mais gordo e tem tela menor. A parte frontal dele tem uma tela de 3,7 polegadas que é quase um dedo maior do que a dos iPhones, além de três botões físicos (voltar, home e menu) e grandes “buracos” na parte superior, onde estão sensores de luz, led de indicação, câmera frontal (de 0,3 megapixels) para chamadas de vídeo com Skype ou outro app. Mais no topo encontramos a saída para fones de ouvido e cabos microUSB e microHDMI.

Nas laterais você encontra do lado direito os comandos de volume inspirados no Xperia Play e botões de travar a tela e de tirar fotos. O botão de travar a tela desceu do topo para a lateral em um local bastante comum para aparelhos Samsung, não para a Sony Ericsson. O que pode confundir as pessoas que usaram outros smartphones da própria marca. Na outra lateral não há nada.

A parte traseira guarda a câmera de 8 megapixels e que filma em HD (720p), em uma tampa convexa. Isto é chato quando você quer apoiar o smartphone em uma mesa e jogar, já que ele fica balançando.

Ainda na parte traseira, a localização do chip (SIM card) e do cartão de memória não seguiu o passo de sucesso que aconteceu com o Xperia Play, que poderiam ser acessados sem remover a bateria. Para tirar ambos, você precisa obrigatoriamente remover a bateria.

SOFTWARE

Bem, ele é exatamente a mesma coisa do que o Xperia Play e o Xperia Arc são quando olhamos para as funções do Android instalado, mas quando recebemos o aparelho para testes ele logo pode ser atualizado e notamos algumas novidades muito bacanas que o pessoal da Sony Ericsson colocou em aparelhos da linha 2011. A primeira e melhor de todas é a possibilidade de tirar screenshots nativamente! Sim, nós agora podemos capturar a tela sem necessidade de root ou algum meio diferente.

Para isso, basta segurar o botão de desligar até aparecer a tela em que você escolhe entre desligar e colocar no modo avião. Uma opção aparece abaixo e ela registra a tela, salvando em uma pasta da Galeria.

Outra novidade é que agora o smartphone tem funcionalidades similares ao do teclado Swype, ou seja, basta deslizar o dedo pelas teclas para que a palavra possa ser formada. Outra novidade é que agora você pode compartilhar qualquer coisa do smartphone quando segura o ícone do app e joga para a barra que aparece em cima da tela.

De resto, é um Android padrão com o desempenho muito similar ao Xperia Play e Arc. O hardware dele é respeitável e deixa a navegação nos menus do aparelho e em jogos muito fluida. Testamos o jogo chave de todos os tempos para Android, o Angry Birds, e rodou liso sem um lag sequer.

Na hora de reproduzir um vídeo em alta definição e mandar para a tela grande por meio do cabo HDMI, tudo correu conforme o esperado e sem um engasgo. Ponto para o Xperia Neo!

CÂMERA

Se compararmos ele com o Xperia Play, a coisa fica muito favorável ao pequenino aqui. Ele é muito superior em qualidade e funções que pode ter. Já colocando o Arc de lado, a coisa fica mais pro Arc do que pro Neo. A câmera é de 8,1 megapixels e faz fotos tanto em 4:3 quanto em 16:9, além de contar com um flash de LED e possibilidade de tirar fotos com a câmera frontal, de 0,3 megapixels.

Outra novidade da atualização do Android é que agora você pode tirar fotos panorâmicas em 3D, que só são úteis se você tem uma TV 3D em casa para poder desfrutar da sensação de profundidade que estas imagens dão. É bacana, mas você deve usar isto uma vez só e nunca mais.

A qualidade do vídeo feito pelo aparelho (em HD com resolução de 720p) não deixa a desejar e novamente é superior ao Play e inferior ao Arc, mas superior a muito smartphone que já testei como alguns Motorolas e Samsungs. Confira o teste de vídeo em HD, clicando aqui.

PONTOS FORTES

  • Boa qualidade na câmera
  • Aparelho compacto e com botão dedicado para a câmera
  • Hardware responde com precisão
  • Saída HDMI

PONTOS FRACOS

  • Teclado ainda é confuso em comparação com o do Android
  • Tela parece “afundada” no smartphone
  • Parte traseira ama marcas de dedos
  • Câmera frontal parece um buraco na tela do aparelho

CONCLUSÃO

É uma ótima opção na faixa de preço dele: entre R$ 1.300 e R$ 1.500. O aparelho oferece boa qualidade de fotos e vídeo e duração padrão da bateria, ou seja, um dia de uso contínuo e sem jogo, mesmo com um hardware bastante parrudo. Mesmo tendo uma tela menor do que seus concorrentes, ele não passa feio na hora de navegar em algum site ou de ver fotos tiradas.

O Xperia Neo é uma ótima alternativa para que gostou do hardware do Xperia Play e não quer levar um smartphone gordo para casa e não faz questão dos botões exclusivos do outro modelo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


Deixe seu comentário.