GoPro vai produzir câmeras no Brasil para reduzir preço!
24 de novembro de 2014 – 14:00

A GoPro anunciou hoje que passará a fabricar suas câmeras no Brasil. A estratégia da marca, segundo o diretor de vendas da empresa na América Latina Drew Goldman, é se aproximar do público brasileiro, que “é apaixonado por …

Continue lendo »
AutoGuru

Brasil

Jogos

Móvel

Notícias

Home » Destaque, Internet, Notícias, Software

Microsoft utiliza “Mini Internet” para testar IE e torná-lo o navegador mais rápido do mundo

Submitted by on 20 de fevereiro de 2012 – 10:00

Interação

Clique em +1 e Curtir acima para nos ajudar a promover este artigo.

A guerra entre os navegadores está pra ficar ainda mais acirrada. O Internet Explorer já foi o grande rei da “praça” chegando a dominar mais de 85% do mercado em 2002. Hoje, 10 anos depois, o browser perdeu mais de 60% de participação. O Firefox e o Chrome foram os principais responsáveis por esta façanha, mas a Microsoft quer mudar isso: ela está investindo pesado para tornar o IE, que acompanhará o Windows 8, o navegador mais rápido de mundo e, consequentemente, voltar a liderar o mercado. Para isso ela basicamente criou uma Mini Internet para testar o browser.

Apenas para quantificar o que isso significa, temos: 140 computadores de testes, 20.000 testes por dia, mais de 850 métricas analisadas, tráfego em altas velocidades de 480GB de conteúdo por dia, 11 servidores de 16 núcleos e 16GB de RAM, banco de dados SQL Server  em servidor com 24 núcleos, servidores DNS, emuladores de rede, etc. Tudo isso para modelar várias situações chave da Internet e com o objetivo de testar o Internet Explorer. Eles chamam todo este aparato de Laboratório de Performance do Internet Explorer.

Testes também são efetuados utilizando-se desktops, laptops, netbooks e tablets, sejam de 32, ou 64 bits. Todos os dados de acesso são colhidos, armazenados e analisados para garantir que hardware, drivers de dispositivo, sistema operacional Windows e o Internet Explorer tenham eficiência testada e otimizada juntos. A infraestrutura do laboratório é dividida em 3 partes: rede e servidores, clientes para testes, análise e relatórios, em uma organização visando minimizar a introdução de ruídos no ambiente de testes.

Diversos cenários são montados para simular uma utilização normal da Internet e dados como: tempo de resposta, atividades em background, utilização de CPU e utilização de energia são registrados e medidos. A empresa não poupou esforços para garantir o sucesso do resultado. Mais detalhes podem ser conferidos no blog da microsoft. A gigante do desenvolvimento de software tem recursos e vontade de trazer o IE de volta a tona, mas… e você? Voltaria a utilizar o Internet Explorer? Ou já se apaixonou pelo Chrome e/ou Firefox?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


Deixe seu comentário.
*/-->