Nokia 9 supera Galaxy S8 no GeekBench…
22 de maio de 2017 – 15:00

O Nokia 9 finalmente apareceu num vazamentos de benchmark, e já chegou mostrando a promessa de um belo desempenho, ao menos de acordo com os resultados do GeekBench. Nos testes, o aparelho da Nokia teve desempenho …

Continue lendo »
AutoGuru

Brasil

Jogos

Móvel

Notícias

Home » Brasil, Curiosidade, Destaque, Internet, Notícias

Consulta pública Anatel quer saber a sua opinião sobre os limites na banda larga fixa!

Submitted by on 9 de junho de 2016 – 10:00

Interação

Clique em +1 e Curtir acima para nos ajudar a promover este artigo.

Anatel Limite Internet

Você é a favor ou contra a imposição de limite na internet fixa? A Anatel vai abrir uma consulta pública sobre este assunto, ou seja, fale agora ou cale-se para sempre! A Anatel anunciou que fará consultas públicas sobre o limite no acesso a dados para banda larga fixa pelas operadoras. A agência demonstrou apoio ao pedido das empresas de telecomunicações em audiência pública conjunta na Câmara dos Deputados.

As consultas públicas deverão durar por 60 dias e incluir “reuniões públicas com diversas entidades e especialistas, com o objetivo de reunir subsídios para futura deliberação do Conselho Diretor a respeito do assunto”, disse a Anatel em nota.

O órgão informou que o resultado das consultas públicas será enviado a um grupo executivo da Anatel, que analisará o impacto regulatório das medidas sobre o tema.

Em comunicado, a autarquia afirmou que a proibição da adoção das franquias de banda larga fixa pelas operadoras, adotada antes do afastamento da presidente Dilma Rousseff, em abril, “continua em vigor, por prazo indeterminado”.

O sistema de franquia de dados consiste em limitar os pacotes de dados dos consumidores, que seriam obrigados a pagar a mais ou teriam a velocidade reduzida caso ultrapassem o volume contratado com as operadoras, semelhante ao que acontece com a internet móvel.

Várias organizações que se manifestaram sobre o limite na banda larga fixa vão ser convidadas para falar, como o Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, o Ministério Público, o Comitê Gestor da Internet (CGI.Br), o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) a Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Proteste) e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Os três últimos criticaram fortemente o limite, argumentando que o mesmo fere o Marco Civil da Internet.

Vale lembrar que 70% dos países têm internet ilimitada até mesmo nos pacotes mais básicos…

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


Deixe seu comentário.